Laboratório de Genética Molecular -Alter

Está aqui

O Decreto-Lei n.º 109/2013 de 1 de Agosto altera o Decreto Regulamentar n.º 31/2012, de 13 de Março, transferindo para a DGAV as competências relativas ao Laboratório de Genética Molecular na Coudelaria de Alter (LGM-Alter), ao Registo Nacional de Equinos e à gestão dos livros genealógicos de equídeos. Posteriormente, a DGAV confia a gestão do LGM-Alter ao Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária I. P., do Ministério da Agricultura.

Membro institucional da International Society for Animal Genetics (ISAG), com classificação máxima (Rank1) nos testes internacionais promovidos pela ISAG, Horse Comparasion Tests (HCT) 2016.

O Laboratório de Genética Molecular de Alter, inaugurado em 1998, executa o controlo de filiação e identificação de equinos, com recurso a tecnologias baseadas na análise de ADN, assegurando a garantia de fidedignidade das genealogias a inscrever no Registo Nacional de Equídeos (RNE) e nos respectivos stud-books de propriedade do Estado.

Trabalha ao serviço das associações e criadores de equídeos, com uma total integração de processos (BPM) com o Registo Nacional de Equídeos, enquanto orgão fundamental da metodologia de identificação de equídeos vigente em Portugal.

Detém um elevado know-how na tipificação de equinos, adquirido na rotina de 18 anos de trabalho contínuo, ao serviço dos criadores e do Estado.

Executa o controlo e a manutenção do banco de ADN da raça Lusitana, assegurando a inclusão de todo o efetivo mundial de equinos inscritos no livro genealógico da raça Lusitana, mantendo relações técnicas com os laboratórios de todos os países, especialmente onde é criado o cavalo de raça Lusitana, como o México, o Brasil, os EUA, a França, a Alemanha, etc., assegurando a centralização e o controlo mundial da credibilidade dos registos dos livros genealógicos das raças autóctones portuguesas mais importantes, verificando previamente ao regulamentar controlo de filiação, (por recomendação da Inspeção-Geral da Agricultura e Pescas), a identidade de todos os progenitores utilizados nas genealogias declaradas, para todo o efetivo a inscrever no Livro Genealógico. Representa uma ferramenta fundamental de melhoramento animal e de defesa da credebilidade dos registos mundiais da raça Lusitana.

A gestão e manutenção do banco de ADN de todo o efetivo da raça Lusitana, possibilita ainda a diferenciação de linhagens por maior ou menor grau de parentesco, contribuindo decisivamente para a salvaguarda da variabilidade genética da raça, condição necessária ao seu progresso, estando assim enquanto laboratório especializado em rotina deste tipo de ensaios laboratoriais, ao serviço de cientistas e investigadores deste campo e área do conhecimento científico, sendo este banco de ADN, frequentemente utilizado e referenciado em trabalhos cientificos, de especial relevo para a boa gestão dos livros genealógicos e recursos genéticos, das raças autoctones de equinos.

Consulta do resultado do reconhecimento oficial da genealogia declarada.

Theme by Danetsoft and Danang Probo Sayekti inspired by Maksimer

Air Force 1 07 Shoes,Nike Air Force 1 Flyknit Sneakers,Air Force 1 Mid 07,Nike Air Huarache Sneakers,Nike Air Jordan Sky High OG,Air Max 1 Ultra SE
Nike Air Max 90 Fireflies,NIKE AIR MAX 90 MID,NIKE AIR MAX 95,NIKE AIR MAX 95 CHAUSSURES,NIKE AIR MAX MOTION LW,NIKE AIR MAX TAILWIND 8